Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

bokeh

passo a vida desfocado

bokeh

passo a vida desfocado

MIRRORLESS - COMODIDADE

só agora me dei conta que tirei umas fotos com a "fininha" no parque da ria formosa, em marim.

realmente a visita ao parque correu muito bem.

desde logo, lembrei-me de arrastar a família para caminhar no parque ao meio-dia com quarenta graus à sombra, e sem nada no bucho.

depois, evento raro, o mini-macho lembrou-se de abrir o berreiro quando entrámos e de o fechar quando saímos, razão pela qual não se vê qualquer pássaro nas fotos......tudo o que voava bateu asa p'ra bem longe dali!

 

seguindo então com a minha opinião da máquina e da qualidade "técnica" das fotos, que iniciei no post anterior, vou abordar neste a ergonomia e comodidade.....em baixo

 

 

Parque Ria Formosa-5.jpg

 

Parque Ria Formosa.jpg

 

Parque Ria Formosa-6.jpg

 

Parque Ria Formosa-4.jpg

 

Parque Ria Formosa (1)-3.jpg

 

Parque Ria Formosa-2.jpg

 

Parque Ria Formosa-8.jpg

 

pontos importantes a referir:

> a comparação do novo equipamento será feita com uma nikon dslr full frame semi-profissional (tecnologia de dois-mil-e-catorze), que permite mudar de lentes;

> o novo equipamento (tecnologia de finais de dois-mil-e-catorze), tem um sensor micro quatro-terços, tendo cerca de um quarto da área de um full frame, e a lente zoom fixa é equivalente no sistema full frame a vinte-e-quatro para setenta milímetros com abertura de um-ponto-sete a dois-ponto-oito. o sensor e a lente estão montados num corpo da panasonic, modelo lumix lx cem.

 

 

muitas fotos só acontecem porque há espaço para levar a máquina ou porque esta não se torna um incomodo de carregar.

neste ponto é difícil de argumentar a favor das dslr's porque o sistema de espelho fará delas sempre mais volumosas, mais pesadas e, consequentemente, menos comodas e discretas, acabando assim por ficar muitas vezes na prateleira.

já sobre a ergonomia, como encaixa na mão e se equilibra, a minha preferência recai sobre a dslr, devido à maior área de aderência/contacto com a mão.

as mirrorless são, frequentemente, corpos demasiado pequenos para segurar com firmeza sendo por isso quase indispensável acoplar um "grip" ao corpo para evitar que escorregue da mão.

além disso, em equipamentos com lentes intermutáveis, o equilíbrio entre corpo e lentes é na maioria dos casos melhor na dslr, tornando-se assim mais ergonómico.

conclusão e classificação (de uma a cinco estrelas), sobre este ponto:

que se quilhe o equilíbrio, eu cá prefiro andar leve

mirrorless ****

dslr **

 

próximo post: flexibilidade

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D