Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

bokeh

passo a vida desfocado

bokeh

passo a vida desfocado

UM DE ABRIL...

...é quando um homem quiser.

quando era garoto, vivia o dia um de abril com grande intensidade. dava-me um gozo tremendo montar historias para enganar todos os elementos da família. não era só a mentira da palavra, era todo o criar um "momentum", da linguagem corporal para que aquilo fosse tomado como verdade.

o pináculo foi o dia em que entrei a correr em casa dos meus avós, aos berros, para os alertar que as ovelhas estavam a fugir....desataram a correr para tentar estancar a fuga e só quando chegaram ao quintal se lembraram que não tinham ovelhas ....foi um fartote de rir.

 

este ano, no dia um de abril, andava por aqui...

 

magazine (1).jpg

 

 

santiago noite (1).jpg

 

 

lagoa santo andre.jpg

 

 

lagoa santo andre 1.jpg

 

já nas bancas :)

PASSEIO DOS TRISTES

batizou-se de "passeio dos tristes" aquele que, invariavelmente, se repete todos os fins de semanas com a família.

aqui na terra, o passeio dos tristes mais famoso é o que se faz às praias, para comer uns tremoços, beber umas imperiais....conviver e esquecer a tristeza.

se até junho do ano passado a tristeza resultava apenas da rotina da vida, daí em diante, até o mais feliz dos seres não consegue chegar ao mar sem se deixar tomar pela tristeza de ver o pinhal dizimado pelo incêndio.

sei que é um chavão, mas não há fotos que consigam demonstrar a imensidão da devastação. não há palavras que consigam descrever a falta de vida, a limpeza forçada da mata que a deixou praticamente despida, a perda do trabalho dos nossos avós que plantaram as árvores alinhadas e por talhões, o saber que tão cedo não vamos ver o pinhal frondoso que nos dava sombra e refrescava nos piqueniques de verão....e o cheiro, o cheiro do pinhal.

cresci junto ao pinhal. dali retirávamos a caruma para que os animais, para se poderem deitar na caruma fresca. 

retirávamos as pinhas para acender o fogão-a-lenha e lareiras. íamos aos "cortes" trazer carradas de lenha que, com frequência, faziam atascar as carrinhas com a sobrecarga que traziam.

nos anos que correm, já não temos animais e não precisamos de caruma, já não temos fogões e lareiras e não precisamos de pinhas e lenha.

como não precisamos, muito provavelmente também não vamos cuidar.

se não temos recursos infinitos, teremos de ser pragmáticos.

uma vez que vamos remover todos aqueles pinheiros mortos, faria sentido pensar em plantar uma floresta mais diversificada, resiliente aos potenciais agressores e de menor manutenção.

vejo todas as semanas ações da comunidade para replantar o pinhal, e só ouço mesmo pinhal, pinheiros.

será que não aprendemos nada? será que o icnf e as autarquias não aprenderam nada?

 

 

Mata da Ursa-14.jpg

 

 

Mata da Ursa-2.jpg

 

felizmente, o mar e as dunas não ardem. 

 

Mata da Ursa-12.jpg

 

 

Mata da Ursa-13.jpg

 

SPOOKY

borboleta-2.jpg

 

lembram-se da lagarta que decidi adotar?

pois bem, ei-la após a metamorfose.....feia como só ela :)

deve ter sido da qualidade da alface e de a ter privado de oxigénio.

eu à espera daquelas borboletas tipo aves do paraíso, cheias de cor garridas, e.....saí-me isto na rifa.

já me ocorreu usar guaches para a compor um pouco, tipo maquilhagem, mas depois lembrei-me que tenho um filho e que não seria grande exemplo.

agora não sei o que fazer à bicha. se a solto com esta chuva, vai de vela em dois tempos. se a deixo cá em casa, falece-me nos braços porque não sei o que lhe dar de comer, e já percebi que não gosta de nestum mel (como é que é possível?). amanhã vou dar-lhe malmequeres e água.

 

borboleta-3.jpg

 

borboleta-4.jpg

 

borboleta.jpg

DRONADO

 

meti-me no drone e ando todo dronado.

porém, um disléxico a comandar um drone não dá muita segurança aos transeuntes, razão pela qual me fui pôr bem longe de tudo o que é homo-sapiens.

o batismo de voo foi a semana passada e parece-me, tendo em conta as vezes que o drone foi aos galhos das árvores, que não vou chegar à primeira comunhão com o quadcóptero "vivo".

dizem que há uns mais fáceis de pilotar mas, como este é dos chineses e é do tipo conduzir um carro com o guiador cheio de folga e a direcção desalinhada, será uma questão de tempo até o domar.

nunca fui de fazer vídeos, gosto mais de fotografia. mas, agora com esta coisa voadora e com o imovie, até se fazem umas brincadeiras engraçadas.

 

e também dá para fotografar :)

 

mar_-2.jpg

 

mar_-3.jpg

 

mar_.jpg

 

ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

lagarta.jpg

 

apareceu sem ser convidada, transportada por uma alface, e ficou.

como a vida nas cidades não deixa muito espaço ao contacto das crianças com a natureza, decidi deixá-la ficar por cá para que o vicente possa assistir à sua transformação em borboleta.

estas fotos são do inicio da semana e ontem já criou uma teia à sua volta para mudar de pele. segundo li, depois virá a fase do casulo e só então a metamorfose.

vou tirando fotos para vos mostrar o desenvolvimento.

  

lagarta-3.jpg

 

 

lagarta-2.jpg

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D